Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Teoria do nada

Será que o Nada alguma vez existiu?

Teoria do nada

Será que o Nada alguma vez existiu?

Sab | 18.01.20

A vida não tem que ser complicada

Reflexões

Gosto de reflectir sobre temas da vida, do que nos rodeia e das pessoas em geral.

E chego sempre a uma conclusão:

As pessoas complicam a vida.

Todos temos momentos melhores e outros piores, mas cada um lida de forma diferente perante cada momento.

Há os que resolvem, enfrentam e ultrapassam adversidades.

E depois temos outros, os que entram em negação, os que fogem, os que entram em conflito, os que ainda complicam mais.

Existem dois tipos de pessoas, as que arranjam soluções e aprendem sempre algo com as adversidades enfrentadas e os que não procuram soluções e apenas conseguem ver o problema e perante ele, reagem de diferentes formas.

Por isso existem pessoas com mais e menos sucesso.

Há pessoas que não complicam mais, o que já está complicado, as que resolvem e seguem em frente. E depois o outro grupo, que fica estagnando no problema, ou o agrava ainda mais.

Por isso vamos começar a descomplicar.

Vamos olhar para o problema e procurar uma solução, e não aumentar o problema e torna-lo gigante ao ponto de nos engolir.

Mas isto é apenas uma teoria da minha cabeça, até pode não estar correcto nada do que escrevi.

Sex | 17.01.20

Conceito de Família

Gratidão

Hoje sinto-me muito grata, porque tenho um tecto para me abrigar, tenho uma cama onde dormir e tenho comida para comer.

Tenho família, pode não ser de sangue, mas tenho família. Pode ser até um desconhecido daqui da blogosfera, mas que está cá para nós, que nos apoia, por detrás das câmaras. Posso nem o conhecer pessoalmente, nem ele a mim, mas ele tem uma palavra amiga, um bom conselho sempre que preciso e eu também estou aqui para ele.

Tenho amigos, 40 anos mais novos do que eu, que também fazem parte da minha família. A diferença de idade, não quer dizer absolutamente nada, a amizade e os laços, são representados da forma mais pura de amor e carinho. São palavras, acções que nos aquecem o coração.

Temos a família de sangue e dessa não escapamos, mas nem sempre é a nossa verdadeira família. Porque a nossa família, é a que escolhemos e queremos ter, seja ela composta por desconhecidos, por crianças, amigos ou alguns familiares de sangue.

Família é a que nos faz feliz, a que nos apoia, a que está cá para nós, nos bons e maus momentos. Até há pouco tempo, mais precisamente por altura do natal, é que tive consciência pura disso. E o dia de ontem só veio confirmar esta minha nova teoria.

Eu estou finalmente a constituir a minha família, a que eu quero junto de mim, rejeitando todos os que não nos acrescentam nada e nos fazem mal.

Não podemos viver rodeados de quem não nos faz bem, mas procurar que nos faz sentir bem.

Estou muito grata, pela para já pequena família que estou a construir, pois é feita de pessoas que me fazem sentir feliz, acarinhada e muito grata.

E se há até pouco tempo me sentia só, porque quando falava de família, só via as pessoas com ligação de sangue e me sentia triste, ontem percebi, que a família que estou a escolher me faz sentir muito feliz.

É tudo uma forma de mudarmos conceitos e aceitarmos que "família" é apenas uma palavra com diversas definições, e que cada um pode escolher a sua definição.

Grata a todos os que já estão no meu coração

 

Qui | 16.01.20

Que vença o Joker

Sinto que vivo num mundo de gente louca, para onde quer que me vire. Até quando olho para algo reflectido no espelho.

A propósito dos Óscares estava a ler o artigo muito interessante do Filipe na sua Caneca de Letras, e deparo-me com mais uma loucura, que me leva a dizer:

Que ganhe o Joker

Embora seja suspeita, porque adorei o filme, pela mensagem passada, e muito bem passada pelo que eu espero que ganhe o óscar de melhor actor. Mas a questão é, como ele diz:

Este mundo está a ficar louco ou é impressão minha?

O que me leva a outra questão:

Será que alguma vez existi? Será que isto é real?

Já começo sem compreender qual é a linha que separa a loucura da sanidade.

E vocês têm alguma teoria acerca desta linha tão ténue?

Qua | 15.01.20

Já viste a namorada do meu ex?

Pessoas que não tem muito que fazer

Conversa de duas amigas:

- Olha o estúpido do meu ex já arranjou outra

- E então qual é problema? 

-  É que não têm nada a ver um com o outro

- Mas conheces a rapariga?

- Sim 

- De onde?

- Daquela rede social, está lá tudo, nem dormi a ver todas as publicações

- Sério?

É isto a vida de uma pessoa, sem vida

Ter | 14.01.20

Pessoas Tóxicas

Hoje vou falar de assuntos mais sérios, isto aqui não vai ser só palhaçada, a vida é feita de tudo um pouco. A vida é como um bolo com recheio, e nem sempre o recheio é bom.

Conhecem este tipo de pessoas?

Já tiveram a infelicidade de terem pessoas destas na vossa vida?

Eu sou uma pessoa com muita paciência e vou tolerando determinadas atitudes, porque olho sempre para o contexto geral, tendo em conta o momento em que pessoa está passar, seja uma doença, um divórcio, ou qualquer outra situação. 

No entanto, começo a perceber que há comportamentos que são um padrão, repetidos vezes sem conta. E há pessoas, que são de tal forma excelentes manipuladoras que nos vamos convencendo que até têm razão para fazerem o que fazem.

Mas chega o dia em que paramos para pensar e verificamos que o padrão é:

- Manipular

- Mentir

- Omitir

- Tirar frases fora de contexto, como fazem com as capas das revistas

- Egoísmo e egocentrismo 

- Bons falantes

- Controladores disfarçados, levando a fazer o que nem queremos fazer.

- Quando se apercebem que nós estamos a perceber, mudam temporariamente de atitude e até andam bem durante uns dias e depois voltam a ser o que eram. Não sei como se consegue ter tantas caras e cada uma para cada pessoa.

- Conseguem-nos sugar toda a nossa energia

Hoje posso dizer que não perdi uma amiga, porque ela nunca o foi, ela usa as pessoas para satisfazer os seus interesses pessoais, mas posso dizer que me livrei de uma pessoa tóxica.

Há pessoas que por mais que se tenha uma ligação a nível emocional, só nos vão tirar a paz, e para voltarmos a ter paz só nos resta cortar radicalmente com essa pessoa e seguir em frente. E não cair no erro duas vezes como eu fiz de voltar a acreditar. 

Hoje livrei-me de uma pessoa tóxica e estou muito mais leve.

 

Seg | 13.01.20

Amigos fanáticos por limpezas

Tenho um amigo que sempre que telefono ou está a varrer, ou a limpar o pó ou a aspirar ou a lavar a casa de banho. 

Pronto tem a casa limpinha, e eu acho bem.

Mas na semana passada estava num tal reboliço, que com o frio que estava na terra dele até andou a esfregar a varanda que não usa para nada no inverno.

A certa altura da conversa ele diz, já sabes da novidade da casa real de Inglaterra? 

Ao que eu respondi que sim. 

E ele a perguntar o que eles vão fazer a gora?

Sei lá eu, está preocupado porquê?

Por nada

OK, respondi eu.

Desligamos e lá continuou nas limpezas

Até que percebi a razão de tanta agitação e limpeza desenfreada.

Eu tenho para mim que o Harry e a Meghan, agora que ficaram pobres vão começar a viver em casas emprestadas pelos seus admiradores. E ele quer ter a casa preparada para os receber, só pode.

Será? 

Qual é a vossa teoria?

Sab | 11.01.20

Actualização da semana

Olá Malta,

Primeiro - Continuo com frio

Segundo - Já tenho máquina de lavar nova e estou a gostar tanto dela que ainda não parei de lavar roupa.

Terceiro - Estou quase a fazer aniversário. Escusam de perguntar quantos são, que eu não vou responder. E dar palpites também é escusado.

Quarto - Vou para Viseu festejar e está lá um frio do Caraças. Não perguntem porque vou para lá, porque nem eu sei muito bem. Só porque sim. Tem lá uma Sé muito gira, ou a noite na Sé é muito boa...já não sei qual dos dois me motivou. É a Idade. 

Quinto - Esqueci-me o que ia dizer

Pronto malta, amanhã talvez me lembre o que ia dizer.

Beijos e até já