Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Teoria do nada

Será que o Nada alguma vez existiu?

Teoria do nada

Será que o Nada alguma vez existiu?

Sex | 28.02.20

desafio de escrita dos pássaros #2.5 - Esperança para que seja verdade num dia próximo

Desafio de escrita

O tema desta semana:

Acordas e tudo o que mais desejavas realizou-se: conta-nos o teu dia

 

O voo vai a meio, mas hoje o meu dia é especial. O meu maior sonho realizou-se, a cura para o cancro foi finalmente divulgada.

Sim, aquela que diziam que ainda não tinham encontrado.

Senão vejamos:

- Inventou-se a bomba atómica

- Puseram o homem na Lua

- Inventou-se a Internet

- Inventou-se quase tudo e não descobriram a cura para o cancro?

Mas a partir de hoje, a cura existe e muitos deixarão de sofrer. E não só os que padecem da doença, mas todos os amigos e familiares que os rodeiam.

Todos sem excepção ou já tiveram cancro ou tiveram alguém próximo com a doença.

Se forem a um qualquer IPO, poderão verificar que cada dia que passa há mais doentes. Há mais doentes, mas não há mais médicos, mais serviços, mais enfermeiros, mais pessoal auxiliar, mais salas de cirurgia, de tratamento, mais numero de camas. 

Se não tivesse aparecido a cura, como seria?

Muitos iriam morrer num futuro próximo, por falta de meios humanos, físicos e técnicos.

Mas hoje estou feliz, porque já não vou chorar sempre que chego ao meu destino, na primavera, e descubro que desde que me fui embora, uma daquelas pessoas que me dava migalhas de pão, morreu, vitima desta doença.

Hoje estou a voar de felicidade e já fiz um monte de piruetas e voos rasantes. Porque hoje estou feliz e assim estarei até ao fim da minha viagem.

Cheio de saudades de todos os que vou reencontrar.

Até para a semana.

 

A Luta começou em 1971...onde estamos? passados quase 50 anos...

Sex | 28.02.20

A minha liberdade

Recebi um convite da MJP do Blog Liberdade aos 42, para falar da minha liberdade. Demorei a escrever este texto, ou aliás, demorei a começar a escrever, depois saiu tudo de forma muito fácil.

A minha liberdade tem mudado ao longo da vida. A personalidade, a consciência de mim própria e da sociedade onde me insiro, as minhas crenças, as leis a que estou sujeita, são influenciadoras da minha liberdade.

Quando nasci, o país não tinha liberdade, de falar, de escrever o que pensava ou achava correcto, se fosse diferente de quem o liderava. Mas desses tempos pouco me lembro, mas sentia o medo por parte dos meus pais e houve algo que só percebi muito mais tarde. A minha mãe dizia, muito: já somos três, não podemos continuar a falar. Só mais tarde percebi que três pessoas na rua a falar podia ser um acto de “conspiração” ou algo do género. Sentia o medo, mas não o entendia.

Fui crescendo e não tinha liberdade para fazer tudo o que gostaria, mas fazia parte das regras. Lembro-me de votar pela primeira vez com 18 anos, e como não tinha qualquer consciência política, fui votar no partido ou pessoa que o meu pai indicou, neste caso eram umas presidenciais e votei na pessoa que mais tarde me arrependi amargamente de o ter feito. Mas a escolha era minha, eu é que não me interessava ainda por política e para mim era igual. Mas não era, ou agora vejo que não era de todo.

Com a idade fui tendo muitas discussões políticas com o meu pai, fruto de termos pensamentos e ideais diferentes, e isso é sinal de liberdade. Essas discussões duram até hoje.

Também com a idade, aprendi a dizer NÃO a determinadas situações, a tudo o que não quero fazer.

Mais tarde aprendi a dizer NÃO, a todas as pessoas que não me acrescentam nada de bom, ou não interessam para coisa alguma, ou simplesmente não nos trazem boas energias.

No trabalho, procuro sempre a minha liberdade, e para isso percebi que só havia um caminho, ainda que arriscado, tinha que ser a minha própria empregadora, há muitos riscos inerentes, mas nada como sermos nós a gerir a nossa agenda e forma de trabalhar. Já o faço desta forma como trabalhadora independente desde 2004, e apesar de não ser tão estável financeiramente, compensa muito em liberdade. Só temos de ter muita disciplina a gerir os ganhos e os gastos.

O próximo passo para a liberdade é atingir a independência financeira.

Já digo o que quero, sem me preocupar com o que os outros pensam, visto como quero, faço o que quero e dou-me apenas com quem quero, esta foi a mais difícil e recente liberdade, dar-me com quem quero e cortar radicalmente com quem não quero estar.

 

Livre

Independente

Bem-estar e de Bem com a vida

Escolher

Respeito

Direito

Autónoma

Descontraída

Empoderada

E esta é a minha liberdade e a pessoa que eu sou.

 

 

 

Qui | 27.02.20

Em modo organização e Destralhar

Continuo em modo: organização mental.

Destralhar;

Organizar;

Planear;

Executar;

Estou a colocar para venda roupa, para livros, carteiras, etc que estão em excelente estado ou como novas.

Preciso de espaço e fazer um extra. 

Vou também doar algumas coisas  aquelas que já não estão como novas. 

Deixo aqui galeria de fotos caso queiram algum artigo, ou se por favor enviem por mensagem privada  para:

teoriadonada.blogs.sapo.pt

Preços variam entre os 15€ e 25€

1582828055418

1582829180148

1582829126805

1582829084864

1582828978168

1582828874587

1582828874587

1582828780319

1582828725385

1582828617177

1582828212369

1582828147623

 

 

 

 

 

 

Qua | 26.02.20

Muito que fazer...

E com pouco tempo para escrever e ler neste bairro que eu amo. 

Tem sido assim a minha semana.

A leitura do desafio dos pássaros em atraso, e a próxima sexta feira a chegar. 

Blogs que eu sigo com a leitura atrasada. Vou só deixar like, para saberem que por lá andei. Mas vou poupar tempo em comentários. Não levem a mal. 

Projectos novos na minha vida a bombar.

É a loucura. 

Assim anda a minha vida. 

Beijooooos e até já. 

E a vossa vida como anda? Também na loucura  

Contem-me tudo. 

Sou cá uma cusca. 

 

 

 

Pág. 1/6